Mercado Imobiliário atinge o pior patamar desde 2004 segundo pesquisa

Segundo a nova pesquisa sobre o mercado imobiliário, o Radar Abrainc – Fipe, em parceria pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), divulgada nesta terça-feira, 26, o mercado está em seu pior momento desde 2004, enfrentando uma crise que está ligada ao cenário econômico, baixa procura por imóveis, complicação de alcance ao crédito e um ambiente relativamente desfavorável no mercado.

O Radar coleta dados de fontes públicas, analisa a evolução e compara com as informações históricas desde 2004, reunindo 12 indicadores distribuídos em 4 dimensões fundamentais para as atividades do mercado imobiliário.

Divulgado mensalmente, o Radar Abrainc/Fipe teve como Nota Global 2,2 em maio de 2016, que comparada a dezembro de 2015 teve queda de 0,6 pontos. Com relação as 4 dimensões, o único a apresentar melhora foi o ambiente macroeconômico (indicador de confiança, taxa de juros e nível de atividade econômica) com 1,2 ponto, obtendo alta de 0,4 ponto comparado a dezembro. A demanda por imóveis (indicadores de atratividade do investimento imobiliário, massa salarial e emprego) atingiu 1,2 ponto, com queda de 0,9 ponto. O crédito imobiliário (condições de financiamento, atratividade do financiamento e concessões reais) marcou 2 pontos, queda de 1,6 ponto. Já o ambiente setorial (preços dos imóveis, lançamentos e insumos) atingiu a melhor nota, 4,6 pontos, nível inalterado em relação a dezembro.

“O radar mostra, claramente, que o mercado imobiliário atingiu seu pior nível desde 2004”, avaliou Zylberstajn, coordenador da pesquisa, durante apresentação do novo levantamento, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo – Estadão e Radar Abrainc-Fipe.

About Author

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.